Em um mundo tecnológico, dinâmico e atualizado, o empreendedor precisa ir além da fabricação de seu produto ou prestação de serviço para ganhar espaço no mercado. Quem empreende sabe: uma gestão eficaz para o sucesso de qualquer empresa envolve estratégias de divulgação.

Um exemplo é investir em marketing de conteúdo. Essa forma de promover a comunicação com a sociedade dá maior visibilidade ao empreendimento e consolida sua experiência no segmento. Não é à toa que ela se tornou tão importante quanto outras ferramentas já tradicionais e amplamente conhecidas pelos gestores, como o plano de negócios, por exemplo.

Siga na leitura deste post para ficar por dentro do marketing de conteúdo e entender as vantagens de destinar recursos para essa estratégia de mercado.

O que é marketing de conteúdo?

Essa estratégia de divulgação produz material gratuito a potenciais parceiros de uma empresa e utiliza, principalmente, o meio digital para sua propagação. Estamos falando de artigos, e-books, vídeos e tutoriais publicados em revistas semanais, sites, blogs e nas redes sociais.

Investir em marketing de conteúdo, ao contrário do que muitos acreditam, não atrai apenas possíveis clientes, mas também fornecedores, investidores e empresas para o desenvolvimento conjunto de novos projetos. Por esse motivo, é uma tática eficiente para qualquer modelo de negócio.

A metodologia adotada agrega valor ao público-alvo porque se compromete a educar, informar ou entreter o destinatário. Seu objetivo e retorno financeiro para o empreendimento ficam ainda mais evidentes com alguns exemplos práticos.

Como funciona?

Nesse contexto, o dono de uma concessionária pode manter um endereço eletrônico com publicações periódicas indicando ao internauta quando fazer uma revisão no veículo e qual é o melhor momento para trocar de carro.

Falando nisso, a pertinência temática merece atenção especial de quem deseja investir em marketing de conteúdo: o assunto trazido precisa ser interessante ao leitor ou ouvinte e estar relacionado à esfera de atuação do empreendimento no mercado.

Uma rede hoteleira no sul de Minas trataria de temas referentes às suas atrações locais, como águas termais, culinária mineira e ecoturismo. Não faria sentido, por exemplo, o empreendedor divulgar um texto sobre férias na Europa ou o que levar para uma viagem à praia.

Como as pautas merecem cuidado e precisam de escopo para converter leads (potenciais parceiros), o serviço de produção de conteúdo pode ser terceirizado. Assim, os seus colaboradores têm tempo para focar na fabricação dos produtos ou prestação dos serviços enquanto os benefícios da sua atividade econômica são adequadamente descritos pela empresa especializada.

Por que investir em marketing de conteúdo?

Além de expandir horizontes para negociações promissoras, a empresa que adota tal estratégia obtém inúmeras outras vantagens no mercado, aumentando sua atuação e competitividade frente a outras marcas. Na sequência, confira 7 razões para optar por esse método de divulgação:

1. Estabelecimento de um canal direto com o público

Investir em marketing de conteúdo coloca a empresa diretamente em contato com potenciais parceiros, permitindo maiores interações e melhor percepção das necessidades deles. Isso facilita a obtenção de informações sobre como o seu negócio pode ser útil aos clientes e aproxima, por exemplo, fornecedores e investidores capazes de otimizar suas operações.

2. Consolidação da marca

A divulgação do conteúdo sempre vem vinculada ao serviço ou produto prestado pela sua empresa, bem como pela identidade visual da marca. Assim, soluções oferecidas naquele nicho do mercado são facilmente associadas ao seu empreendimento por quem lê seus posts e vê seus vídeos.

Quando você fala com propriedade e de forma relevante sobre o segmento em que está inserido, promove positivamente seu negócio e transmite confiabilidade ao parceiro em potencial, aumentando as chances de converter leads em clientes.

3. Definição de métricas

O tráfego em sites e o sucesso das publicações nas redes sociais são medidos por algoritmos, curtidas e compartilhamentos. A tecnologia no ramo está avançada a ponto de identificar quanto tempo os usuários permanecem na página e quais são os termos mais procurados por eles.

Essas métricas podem se tornar indicadores-chave para o seu plano de marketing e outras estratégias gerenciais. Elas apontam quais pautas abordar e os canais mais efetivos para conquistar seu público-alvo, permitindo maior abrangência no mercado.

4. Expansão da rentabilidade

Investir em marketing de conteúdo é 62% mais barato e 3 vezes mais efetivo que os métodos tradicionais utilizados pelos publicitários, segundo a Rock Content. O foco na persona aumenta o tráfego na página de seu blog ou rede social de forma altamente significativa esse percentual chega a 615%.

5. Aumento das vendas

Conforme cresce o número de interessados em suas matérias, maiores serão as chances de converter essas pessoas em clientes. A efetividade nesse canal direto com o público, a consolidação da marca e a estratégia correta na hora de produzir o material fomentam no indivíduo a intenção de procurar sua empresa para a solução dos problemas dele.

Em vez de ir até o consumidor, ele chega até você. Investir em marketing de conteúdo chama a clientela em potencial para perto do empreendimento porque mostra a preparação dele para atender às demandas do mercado. O resultado pode ser verificado no aumento das vendas, do faturamento e da lucratividade.

6. Fidelização de clientes

Além de estimular novas relações de consumo, a produção de conteúdo é uma ótima estratégia de pós-venda. Ela segue vinculando quem já comprou seu produto ou pagou pelo seu serviço aos assuntos do ramo de atuação da sua empresa.

O consumidor conversa com a marca: ele fica por dentro das novas tecnologias no setor, novidades de decoração em lojas de artigos para a casa e tendências no mercado de alimentação saudável, como o salgadinho low carb lançado na semana passada.

7. Integração de estratégias

Se decidir investir em marketing de conteúdo, adote uma prática comum: integrar suas plataformas digitais no material produzido. Os textos e vídeos podem conter links para a pessoa entrar em contato com a empresa via telefone, Instagram, Facebook ou por e-mail.

É muito comum o empreendedor lançar o site oficial de seu negócio na internet e colocar logo na página inicial um acesso para o blog e vice-versa. Assuntos correlatos se contextualizam com artigos já produzidos e passíveis de serem compartilhados também nas redes sociais, aumentando a escalabilidade e número de visualizações.

Notou como investir em marketing de conteúdo pode alavancar seus resultados e ampliar sua competitividade no mercado empreendedor? Essa importante estratégia de divulgação é uma facilidade tecnológica altamente rentável no ramo corporativo.

Se quiser saber mais sobre empreendedorismo, não deixe de nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.