A resposta para essa pergunta é bem direta: não. Agora, se você quer saber por que os likes no Facebook não são importantes, continue lendo esse texto.

Para começar a entender a razão disso, basta apenas fazer outra pergunta: o que significa ter muitos likes no Facebook? Separe alguns minutos para responder o que os fãs e a repercussão nas redes sociais realmente significam para sua empresa.

É um erro muito comum considerar que uma ação foi um sucesso apenas porque ela teve muitos likes. Mas é um erro porque, na verdade, as curtidas têm significado apenas no universo da internet: não necessariamente elas se traduzem em resultados para a empresa.  

Métricas de vaidade

Likes, compartilhamentos, quantidade de seguidores ou visualizações de um vídeo são o que costumamos chamar, no marketing digital, de métricas de vaidade. São aqueles números que ficam bonitos em um relatório, mas que não dizem tanta coisa para você, no fim das contas. Como sugere o nome, é mais uma questão de vaidade do que de resultado.

Além disso, vale a pena refletir se o público que curte sua página realmente é o público da sua empresa. Isso porque, não adianta muito criar ações que apenas vão inflar seus números na rede social, se elas conversam com pessoas que nunca irão comprar seu produto ou serviço.

Na dúvida, pense sempre no seu cliente. As pessoas que vão à sua loja gostariam do conteúdo que você está postando? O vídeo que você publicou acrescenta alguma coisa às pessoas que contratam o seu serviço?

Crie uma persona baseada no cliente que você deseja atrair para suas redes sociais e poste conteúdos que interessam a ela. Se um determinado conteúdo rende muitos likes, mas não combina com a sua persona, ele não é indicado para sua página. Vale mais a pena ter menos likes ou seguidores, mas falar com quem interessa de verdade.

Meu post teve muitos likes no Facebook, e agora?

Isso não quer dizer que você não deva prestar atenção a quantas curtidas ou compartilhamentos sua ação recebeu no Facebook. Com certeza, se as pessoas viram seu conteúdo, prestaram atenção e reagiram a ele, isso é ótimo! Além disso, conteúdos curtidos e compartilhados muitas vezes tendem a aparecer para mais pessoas, de acordo com os algoritmos do Facebook. Mas essas métricas querem dizer apenas que aquela ação específica teve visibilidade.

Por exemplo: se a sua página é de um pet shop e você publicou um vídeo de um gatinho, as pessoas podem ter curtido apenas porque acharam fofo. A mesma coisa se o seu bar publicar a foto de uma cerveja gelada com uma legenda engraçadinha: seus seguidores podem até compartilhar e marcar os amigos, mas talvez façam isso apenas porque riram da legenda. Ter quinhentos, mil ou dez mil likes em um post quer dizer apenas isso: aquele post foi visto por muita gente. Isso quer dizer que seu pet shop ou seu bar vão vender mais? Não necessariamente.

Aí é que está o X da questão: as métricas que realmente importam são aquelas que se relacionam diretamente com os seus objetivos de negócio. Claro que ter visibilidade é interessante e ajuda sua empresa a vender mais. Afinal, é para isso que utilizamos as redes sociais, não é mesmo? Dar visibilidade para a marca. Mas, no fim das contas, o que realmente importa é vender mais, aumentar o ticket médio, atrair novos clientes… Enfim, qualquer que seja o seu objetivo de marketing, isso é o que importa. Os likes, visualizações e compartilhamentos são um meio para atingir o seu objetivo, nunca um fim.

Mas então, quais métricas são importantes no marketing digital?

Mais uma vez, vamos responder à pergunta com outra pergunta: qual é o seu objetivo? É baseado nisso que você vai saber que métricas são mais importantes para você. Mas a dica de ouro é essa: métricas de verdade – não de vaidade – são aquelas que realmente auxiliam você a tomar decisões estratégicas. Para isso, claro, você precisa ter uma estratégia bem delineada para o seu negócio.

Um ótimo modelo para analisar os rumos do seu marketing digital é o funil de vendas. Ele divide o processo de compra em três fases: atração, consideração e decisão. Ou seja, primeiro o consumidor precisa reconhecer uma necessidade, para considerar opções que resolvam esse problema e, depois disso, escolher uma das opções para comprar, de fato.

O funil de vendas é o método mais utilizado pelas empresas, atualmente. Como ele é um modelo generalizado, você precisa reconhecer por quais estágios o seu cliente passa até a compra e montar um funil de vendas especial para sua empresa. Depois disso, você precisa identificar que ações simbolizam que uma pessoa passou de um estágio a outro do funil. Por exemplo: se a pessoa inscreveu o e-mail dela para baixar um e-book, ela deixa de ser um visitante normal (atração), para se tornar um cliente em potencial (consideração) ou lead.

É aí que você começa a identificar as métricas que realmente importam. No exemplo acima, você pode analisar o número de visitantes versus o número de downloads, para saber se o seu conteúdo de atração realmente está convencendo as pessoas a se inscreverem para baixar o e-book. Caso essas métricas estejam abaixo do esperado, você consegue tomar uma decisão estratégica: mudar o conteúdo de atração.

Dê alguns passos para trás, para andar para frente

Como é possível observar no exemplo acima, dificilmente você vai conseguir tomar decisões com apenas um indicador. No geral, é quando você cruza diversos dados que as informações mais interessantes aparecem. Isso torna-se ainda mais evidente porque as métricas de vaidade são as menos importantes: elas são rasas. São números que indicam muito pouco sobre sua estratégia de marketing digital. Parece clichê, mas é verdade: o que importa está abaixo da superfície.

Então, antes de achar que suas redes sociais são um sucesso ou um fracasso, por conta de quantos likes seu post teve, dê alguns passos para trás: revise seus objetivos e defina uma estratégia. Assim, você consegue identificar as métricas que realmente precisa analisar para tomar decisões de negócio e não perde tempo vendo indicadores que não dizem muita coisa. Que tal parar de se importar com o que não importa?

Conforme dissemos anteriormente, visibilidade é importante e auxilia muito nos objetivos de negócio. Mas o que importa, de verdade, são os objetivos de negócio: vender mais, atrair mais clientes, aumentar os lucros. Se os likes, visualizações e compartilhamentos ajudarem nisso, ótimo! Mas todos nós sabemos que não são os likes que pagam as contas das nossas empresas, não é mesmo?

Nesse sentido, cada caso é um caso. Para saber que métricas são mais importantes para você, só estudando a fundo a sua empresa. Se você precisa de ajuda para definir melhor os seus objetivos de negócio, criar o seu funil de vendas e identificar as métricas que importam para ele, é só falar com a gente! Nós podemos fazer uma avaliação sem compromisso da sua empresa e ajudar você a criar uma estratégia de marketing digital que realmente tenha impacto nos seus negócios.