Depois de semanas de especulação, Mark Zuckerberg finalmente anunciou que o Facebook terá sua própria moeda digital, chamada ‘Libra‘, que vem com a promessa de simplificar a forma como economizamos, gastamos e transferimos nosso dinheiro. A Libra também promove a inclusão de todos, principalmente aqueles que não possuem contas bancárias.

O vice-presidente da Calibra, Tomer Barel, disse que muitos usuários do Facebook estão em locais onde existem barreiras aos bancos e créditos, sendo assim, vê isso como uma parte do cumprimento da missão do Facebook que é conectar as pessoas em qualquer lugar e isso inclui permitir a troca de valores.

Libra e Calibra

Junto com a Libra, vem a Calibra, a carteira digital onde você poderá utilizar suas criptomoedas para fazer compras e transferências entre usuários e serviços como o Whatsapp e Messenger, além de outras plataformas/lojas certificadas. Tudo isso sem taxas para os usuários e, principalmente, sem as flutuações rotineiras das criptomoedas atuais.

Para isso ser possível, está prevista a criação de uma reserva global com ativos reais com o apoio de grandes operadoras que irão negociar a compra e a venda da moeda, garantindo assim a troca de Libras por moedas locais, seja em casas de câmbio tradicionais, centros comerciais, lojas de conveniências e shoppings.

Parceiros Gigantes

Alguns grandes parceiros já foram divulgados, como as redes de pagamento Mastercard, Visa, PayPal e também serviços popularmente conhecidos como Booking, eBay, Spotify e Uber. Além disso, o grupo de empresas Libra Association, que desenvolve e vai manter a criptomoeda, investiu US$ 10 milhões por empresa do grupo. Várias ONGs também são parceiras. Ao total 28 nomes fecham o time da Libra.

O Facebook manterá o gerenciamento do projeto durante 2019, já após o lançamento, diz que será apenas um entre todos os parceiros. “O Facebook, e suas afiliadas, terão os mesmos compromissos, privilégios e obrigações financeiras como qualquer outro membro fundador. O papel do Facebook na administração da associação será o mesmo que o de seus pares”, diz o documento.

Privacidade

Com tantas polêmicas sobre a privacidade dos usuários, a Calibra virá diferente e não dividirá quaisquer dados com o Facebook e nenhuma outra plataforma sem a autorização do usuário.

Segurança

Para garantir a segurança dos usuários, a Calibra contará com um forte sistema de verificação e antifraude, igual aos que as operadoras de cartão de crédito utilizam.

Rebatendo também as comuns acusações que acompanham as criptomoedas: lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo, o Facebook garantiu que “a Calibra adotará um programa eficaz de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo”.

Ainda em fase de testes, o lançamento para o público será apenas em 2020.

Como disse Peter Hazlehurst, diretor de pagamentos e riscos da Uber “transferir dinheiro a um amigo não deveria ser mais difícil que viajar de Uber até sua casa”, sendo assim, ficamos no aguardo do lançamento que facilitará nossas vidas e da divulgação de novos parceiros!

Powered by Rock Convert